fbpx

Descubra agora como fazer uma pesquisa de comunicação na empresa

Brindes

A pesquisa de comunicação faz parte do dia a dia na sua empresa? Se ainda não, vale a pena repensar e adotar esse importante recurso de manutenção do clima organizacional. Afinal, pedir a opinião dos colaboradores, divulgar informações de interesse geral e prezar pelo diálogo são atitudes que elevam o bem-estar no ambiente de trabalho.

Com isso, não só os colaboradores se sentem mais motivados e engajados, como ruídos são controlados e os processos internos passam a ser mais produtivos. Mas como aplicar uma pesquisa de comunicação interna? O que ela deve avaliar? Como analisar os resultados?

Saiba tudo sobre o assunto neste post!

O que é uma pesquisa de comunicação?

A comunicação interna é simplesmente fundamental. Sem esforços que visem a melhorar essa troca de informações, os profissionais perdem a motivação porque não sabem se estão agradando ou não, há problemas na divulgação de eventos internos, as equipes trabalham às cegas, entre outras consequências negativas.

Nesse sentido, a pesquisa de comunicação surge como um importante recurso na otimização do relacionamento interno. Ela consiste pura e simplesmente em perguntar para os colaboradores o que a empresa precisa saber. Afinal, nada melhor do que a opinião do time de funcionários para dar importantes pistas sobre:

  • o nível de satisfação com a empresa;
  • a qualidade do clima organizacional, fundamental para a qualidade de vida no trabalho e a produtividade dos profissionais;
  • a adaptação de recém-chegados, com pesquisas de onboarding;
  • os pontos de melhoria observados pelos colaboradores;
  • a qualidade da própria comunicação interna, com questionários sobre a transparência e a clareza na transmissão de informações que afetam a todos, como mudanças em procedimentos e a realização de eventos corporativos, por exemplo.

Se você acha que esse esforço é desnecessário, volte dez casas. Hoje em dia, sentir-se parte de algo maior é muito mais interessante do que realizar um trabalho fragmentado e alienado. Os profissionais querem — e precisam — ter essa comunicação transparente e ampla.

Como aplicar a pesquisa de comunicação interna?

Abaixo, veja um passo a passo simples sobre como aplicar a pesquisa de comunicação dentro da sua empresa.

Defina seus objetivos

O primeiro passo é definir os objetivos da pesquisa. Para isso, você pode se apoiar em algum dos pontos que colocamos ali em cima — satisfação, adaptação, críticas, qualidade na transmissão de informações etc. Você pode tanto aplicar uma pesquisa para cada objetivo como realizar uma investigação ampla.

Determine os canais

Em seguida, pense em como essas opiniões serão coletadas junto aos colaboradores, sendo que um dos meios mais comuns e eficazes hoje em dia são os questionários digitais. Independentemente do canal escolhido, anote aí uma dica fundamental: as respostas devem ser anônimas! Assim, os participantes sentirão mais liberdade para expor suas considerações com sinceridade.

Elabore um questionário

Agora, é hora de definir as perguntas que serão feitas, com base nos objetivos escolhidos. A pesquisa pode ser qualitativa — quando a resposta será um texto mais subjetivo —, ou quantitativa, quando o colaborador atribui notas objetivas a cada aspecto.

Powered by Rock Convert

Nesse último caso, a escala Likert é muito utilizada e dá certo! Nela, os participantes devem escolher um entre cinco opções gradativas nas respostas, como:

  • 1) discordo totalmente, 2) discordo, 3) neutro, 4) concordo e 5) concordo totalmente;
  • ou 1) muito insatisfeito, 2) insatisfeito, 3) neutro, 4) satisfeito e 5) muito satisfeito.

Ainda é possível juntar as duas metodologias, mesclando perguntas quantitativas e qualitativas. Por exemplo: ao questionar quais aspectos dos processos internos precisam ser melhorados, é mais interessante deixar o espaço para a opinião subjetiva, pois a atribuição de notas pode não dar conta de todas as observações dos colaboradores.

Estimule a participação dos colaboradores

Depois de elaborar o questionário, é hora de colocá-lo no ar. Mas para que seja efetivo, você precisa de um bom número de respostas, concorda? Então, estimule a participação dos funcionários, divulgando bastante a iniciativa e propondo recompensas pela colaboração, como o sorteio de brindes personalizados.

Analise as respostas

Com um bom volume de participantes, é hora de analisar as respostas e, a partir disso, extrair insights valiosos para as próximas condutas da empresa. É legal colocar os dados em gráficos para visualizar melhor os pontos críticos, além de promover reuniões para discussão envolvendo líderes e representantes dos colaboradores.

Parta para as melhorias

Por fim, de nada adianta aplicar a pesquisa de comunicação e deixar os resultados em uma gaveta qualquer. Mesmo que a empresa não tenha como agir em prol de todas as demandas levantadas nos questionários, pelos menos as mais críticas precisam de certa prioridade.

Por exemplo, se um volume grande de colaboradores indicou que não está satisfeito com a qualidade do diálogo entre líderes e subordinados, que tal realizar um treinamento junto aos gestores mostrando a importância do feedback? Essa iniciativa pode surtir resultados imediatos no clima organizacional e na comunicação interna.

Dá para melhorar a comunicação da empresa de modo geral?

Além da pesquisa, existem outras práticas para a comunicação interna que ajudam a melhorar a troca de informações da empresa. Por exemplo:

  • ter pontes de contato — melhorar a comunicação nem sempre é fácil, especialmente em empresas grandes. Por isso, vale a pena ter pontes de contato, como colaboradores responsáveis justamente pela interação entre setores e a divulgação de decisões de interesse coletivo;
  • estabelecer os canais oficiais — para evitar o “efeito telefone sem fio”, em que as informações vão sendo passadas de boca a boca e podem acabar sendo distorcidas, estabeleça os canais oficiais de comunicação da empresa, como as páginas das redes sociais ou o e-mail corporativo;
  • investir em uma cultura de feedback — nada melhor para melhorar a comunicação interna do que ter uma cultura forte de feedback com todos, inclusive a liderança, acostumados a dar retornos constantes sobre o dia a dia profissional;
  • levar a opinião colaboradores a sério — não faça as pesquisas apenas para “marcar ponto” com os colaboradores e deixar por isso mesmo. As opiniões de todos que são afetados pelos processos da empresa importam muito e devem ser realmente valorizadas.

Com essas dicas, você conseguirá colocar a pesquisa de comunicação da empresa no ar e, principalmente, colher os frutos dela, com uma melhoria no clima organizacional e a eliminação de ruídos nas trocas de informações corporativas. Com isso, os resultados internos serão melhores e seus colaboradores ficarão muito mais engajados!

Se você ainda tem dúvidas, leia nosso post sobre a importância da comunicação para a motivação profissional! Até lá!


There is no ads to display, Please add some
Powered by Rock Convert
Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply