Endomarketing: entenda o que é e conheça 7 ações para implantá-lo

Marketing Promocional

Um recurso fundamental para potencializar os resultados de pequenas, médias ou grandes empresas é o endomarketing, também conhecido como marketing interno.

Depois da produção acelerada de bens de consumo na revolução industrial, surgiu uma nova consciência: para que os funcionários produzam mais e melhor, é preciso que estejam felizes, satisfeitos e engajados com a empresa.

Afinal, todo mundo gosta de trabalhar em um ambiente que o valorize e motive, não é mesmo?

Da mesma forma que o marketing trabalha no sentido de conquistar clientes e transformá-los em seguidores apaixonados pela marca, o endomarketing é necessário para engajar os colaboradores e, assim, focar na missão da organização.

Sem as pessoas, as empresas não passam de estruturas de concreto, você não acha? Nós também pensamos assim e, por isso, fizemos esse texto para que você conheça melhor o endomarketing e como aplicá-lo no sua estratégia, colhendo os benefícios a longo e curto prazo.

A princípio, deixamos bem claros os motivos e as vantagens de adotar o endomarketing, de uma forma bem clara e didática.

A seguir, listamos algumas dicas para aplicá-lo de uma maneira prática e eficiente, de forma que os funcionários se tornem não só colaboradores motivados, mas, principalmente, que façam uma mídia espontânea para o negócio, trazendo como clientes familiares e amigos.

Por que adotar uma prática de endomarketing?

Muitos gestores pressionam seus funcionários por resultados diários e só sabem exigir cada vez mais, sem levar em consideração que aquele grupo é formado por pessoas que têm sentimentos, medos, receios, problemas.

Por causa dessa pressão, muitos colaboradores deixam de render ou têm crises de estresse, doenças físicas e emocionais, prejudicando não só a empresa, mas, principalmente, as pessoas diretamente envolvidas, que se sentem desmotivadas e sem ter o seu trabalho valorizado.

As consequências de uma gestão marcada apenas por cobranças são danosas para a organização, porque dificilmente essa equipe vai “vestir a camisa da empresa”, ser fiel ou defender a marca.

No endomarketing, o relacionamento é voltado para o bem-estar coletivo dos colaboradores. As ações são trabalhadas com o objetivo de motivar a equipe e fortalecer laços de amizade.

Muitas empresas, por tratarem seus trabalhadores não como máquinas, mas como membros de uma grande família empresarial, ganham não só no sentido financeiro, mas obtêm fãs fiéis para toda a vida.

Manter uma estratégia mais humana, capaz de promover uma boa convivência entre os trabalhadores, é também reforçar o compromisso deles com a empresa e estimular a produtividade, pois pessoas motivadas são mais dinâmicas e criativas.

Colaboradores felizes trabalham mais e melhor, se preocupam com a qualidade do que fazem e defendem sempre a empresa que os acolheu e que faz com que se sintam bem. Uma organização que promove e enfatiza os relacionamentos pessoais entre os funcionários tem tudo para dar certo!

Quais são as vantagens para as empresas?

  • Os funcionários ficam motivados e felizes, além de produzirem muito mais e melhor;
  • O relacionamento entre os integrantes da equipe e a empresa melhora;
  • Existe uma conexão maior e benéfica entre colaborador e empresa;
  • A comunicação interna é mais eficiente e precisa, espantando ruídos e mal entendidos;
  • A produtividade aumenta não só em quantidade, mas também em qualidade;
  • Os objetivos da empresa ficam alinhados com os dos clientes e colaboradores;
  • Os resultados são potencializados, afinal todos trabalham por um mesmo objetivo.

Como implantar o endomarketing na sua estratégia?

Agora que você já sabe a importância do endomarketing, confira essas 7 sugestões de ações para implantá-lo agora mesmo:

1. Crie canais internos de comunicação

A comunicação interna é fundamental para uma boa gestão de endomarketing. Além de mural, jornal ou boletins informativos impressos, você pode utilizar recursos do marketing digital para manter os colaboradores atualizados sobre a empresa.

Enviar um e-mail sempre que publicar um novo post no seu blog, implantar uma newsletter ou criar um grupo restrito no Whatsapp ou no Facebook, entre outros, são alguns dos exemplos. Utilize o marketing digital a seu favor!

Mantê-los informados acerca da empresa e do que ela pretende alcançar faz com que colaboradores se sintam parte do processo. Outra ideia é criar enquetes, que são formas interessantes de fazer com que participem de decisões por meio de votações.

A comunicação precisa ser democrática: é preciso ouvir as ideias da equipe e valorizar o ponto de vista dela. Mesmo que as opiniões não sejam usadas integralmente, é fundamental deixar claro o que será utilizado das sugestões e os motivos que levaram a isso.

Outra opção para um canal interno é criar um grupo fechado com vídeos e tirinhas de humor, em uma espécie de blog, no qual cada colaborador pode deixar sugestões, opiniões e, quem sabe, até mesmo artes feitas por eles.

Esse canal também pode servir como referência de trabalho para amigos ou conhecidos dos funcionários da empresa, que podem ser indicados para cargos vagos. Isso será, certamente, um bom modo de demonstrar confiança na equipe.

2. Invista em treinamentos

Oferecer treinamentos é também transmitir os valores, os objetivos e a missão da organização, garantindo que todos trabalhem em busca de um mesmo resultado. Os colaboradores devem permanecer alinhados com a cultura da empresa e, para isso, eles têm que conhecê-la a fundo.

A necessidade de treinamento é constante, porque muitas vezes é preciso contratar novos membros: a ideia é minimizar erros e potencializar os impactos positivos, e isso não pode ser feito da noite para o dia.

Até mesmo os funcionários mais antigos da organização devem ser constantemente treinados e atualizados. Dessa forma, toda a equipe estará afinada no trabalho, tendo uma comunicação mais eficaz e trabalhando em prol de um objetivo em comum.

Além de cursos, a empresa também pode investir em viagens para participações em palestras e seminários, fazendo com que o grupo se integre mais e tenha novas experiências compartilhadas.

Possibilite esses bons momentos aos colaboradores e tenha sempre sua empresa lembrada pela preocupação real com seus funcionários!

Se a instituição ainda não tem recursos financeiros para promover as viagens, que tal trazer cursos, seminários e palestras para o ambiente organizacional?

Além de sair mais barato do que viajar, os próprios colaboradores podem decidir os temas mais relevantes para eles por meio de enquetes e votações. Os assuntos podem variar, indo desde pautas motivacionais até assuntos concernentes às áreas de trabalho de cada equipe.

O importante é manter um alinhamento com os interesses do público em questão, podendo inclusive trabalhar em ciclos mensais ou com outras periodicidades.

3. Busque novas alternativas sempre

Para fugir da rotina, é sempre bom buscar por novas ideias. Que tal oferecer uma atividade aeróbica para a equipe? Pode ser também um alongamento, uma aula de yoga ou qualquer outra atividade física que proporcione relaxamento para encarar um dia de trabalho com bom humor.

Pessoas relaxadas e bem humoradas trabalham com alegria e entusiasmo. Seus clientes sentirão a diferença na qualidade do atendimento.

Outra opção, principalmente para os mais sedentários, é oferecer sessões de cinema periódicas no escritório, com direito a pipoca e refrigerante. Escolha um dia de cada mês e promova uma integração com filmes de maior bilheteria no cinema, mesmo que não estejam mais em cartaz.

Por meio do entretenimento, todos vão ficar mais animados e motivados para trabalhar após as sessões. Sem contar que essa é uma ótima forma para a equipe se conhecer melhor.

Para não errar nas escolhas, consulte a equipe e a divida em grupos. Afinal, a ideia é divertir e motivar as pessoas. Não obrigue ninguém a fazer nada, promova as atividades de acordo com o gosto e a vontade da maioria.

Se, mesmo assim, você perceber algum funcionário ainda desmotivado, pode valer a pena investir em atendimento psicológico dentro do escritório, para que todos possam se sentir bem no trabalho, independente de seus interesses.

4. Ofereça benefícios aos colaboradores

É muito importante disponibilizar benefícios como vale-transporte e vale-alimentação, mas muitos deles já são garantidos por lei. Outras vantagens podem ser oferecidas sem que impliquem em despesas.

Algumas empresas têm investido na alternativa do modelo home office: o colaborador trabalha de maneira remota, ou seja, em sua própria casa, utilizando um computador. Alguns tipos de serviços podem ser adaptáveis a esse formato.

Outro benefício que não é garantido por lei e pode agradar aos colaboradores é o vale cultura. Apesar de bastante usado em startups, muitas empresas tradicionais ainda não o adotaram como benefício.

Ao possibilitar que funcionários comprem livros e passeiem por museus e teatros com direito a desconto, a organização não só será mais bem vista pela sua equipe como também pode mostrar uma preocupação com a cultura do seu time.

A distribuição de cupons de descontos em lojas de roupas, restaurantes e lanchonetes próximos ao trabalho e, quem sabe, vale academia ou cotas em clubes também são alternativas.

Como foi dito acima, o importante é verificar os interesses e os gostos da maioria dos funcionários.

Portanto, você deve manter uma comunicação ativa com os colaboradores, fazendo com que se sintam confortáveis em opinar e discutir sobre o que desejam ou necessitam no ambiente empresarial.

5. Promova campanhas de incentivo

Campanhas de incentivo são ótimas formas de promover integração e motivação da equipe. Elas consistem no planejamento de ações que são desenvolvidas para premiar os colaboradores que mais se destacaram em uma determinada atividade.

Dessa forma, o trabalhador não só percebe que seu desempenho é reconhecido e valorizado, mas toda a equipe passa a tê-lo como inspiração para futuras premiações.

Os objetivos da campanha podem variar de acordo com a ocasião. É possível avaliar a equipe que bateu as metas, a que conseguiu mais leads ou a que converteu clientes inativos, entre outras conquistas.

Quanto ao prêmio, basta usar a criatividade para pensar em algo que os colaboradores gostariam de ganhar. Pode ser algum objeto de desejo ou algo útil no cotidiano. Existem diversas opções de brindes corporativos no mercado, como:

Claro que as ideias acima são somente sugestões. Use a sua criatividade e pense em outras possibilidades de brindes corporativos que vão agradar em cheio os colaboradores.

É só não ter medo de ousar, estar sempre atento às novidades do mercado e, é claro, ao gosto dos funcionários.

Afinal, se a sua empresa não trabalha com computadores, fica um pouco sem lógica dar mousepads de brinde, certo? Tenha cuidado com os excessos e incoerências!

6. Reserve um dia para a integração

Crie eventos, pelo menos a cada seis meses, que promovam a descontração entre os colaboradores. Que tal um dia para se distrair, brincar, relaxar?

Pode ser um piquenique ao ar livre, ou uma visita ao zoológico e a parques: o importante é que ninguém pense em trabalho e todos se conheçam melhor! Você pode agendar a premiação da campanha de incentivo para essa data ou, então, oferecer brindes para todos os funcionários.

Apenas atente-se para não estimular a inveja durante o evento. Promova uma competição saudável com jogos e brincadeiras! Esses momentos são muito importantes para ajudar a fortalecer laços de amizade no trabalho.

Não se esqueça de contratar um buffet, respeitando, é claro, a dieta de cada funcionário. Para isso, informe-se com antecedência se algum colaborador é vegetariano ou vegano, se tem intolerância ao glúten ou à lactose, ou se há outro tipo de restrição alimentar.

Dependendo da sua organização, cada colaborador pode ajudar com algum prato doce ou salgado, para que ninguém fique sobrecarregado e todos possam aproveitar e experimentar os talentos culinários dos colegas.

Não se esqueça de caprichar no repertório musical para animar a turma. Dê preferência aos estilos musicais neutros, como clássicos ou MPB, e não deixe o volume muito alto, para não atrapalhar as conversas.

Outra ideia é convidar um humorista para provocar gargalhadas memoráveis, ou, quem sabe, até mesmo um grupo de teatro para fazer uma apresentação ao vivo.

Se a sua empresa tiver muitos funcionários talentosos, por que não aproveitá-los para dar um charme a mais no evento? Dependendo da quantidade, é possível ter um grupo próprio de teatro ou até mesmo um coral!

7. Faça pesquisas para identificar resultados

Além de adotar essas ações para valorizar o colaborador e promover a cultura da empresa, é preciso avaliar se as estratégias aplicadas estão gerando resultado. Geralmente, o entusiasmo e a satisfação da equipe são explícitos.

No entanto, para saber ao certo se a empresa está atuando bem, é recomendável fazer uma pesquisa de satisfação entre os colaboradores. Dessa forma, é possível identificar os erros e os acertos da administração.

Conhecê-los será o primeiro passo para fazer os reparos necessários e alcançar os objetivos. Afinal, os funcionários estão gostando do endomarketing que você está fazendo? Pergunte, teste e peça sugestões.

Para manter a equipe bem integrada, é fundamental que a comunicação seja eficaz. E isso vale, é claro, para o departamento de marketing. Procure conhecer melhor a equipe e você verá que a motivação e a produtividade vão crescer bastante.

Por meio de enquetes e caixas de sugestões espalhadas pela empresa, é possível conhecer melhor os hábitos e os desejos dos colaboradores. Sabe a pesquisa de mercado, em que são avaliados os clientes, os concorrentes e os fornecedores?

Então faça uma semelhante para avaliar os funcionários! Não é só para verificar o desempenho produtivo deles, mas, acima de tudo, para ver o rendimento e conhecê-los melhor (como pessoas, e não como “máquinas inteligentes” que trabalham junto com você!).

Conclusão

Recurso fundamental na comunicação integrada da empresa, o endomarketing é indispensável para o sucesso de qualquer marca. Por meio de ações mais humanas e criativas, é possível estabelecer uma conexão mais amigável e reforçar o compromisso com a empresa.

O investimento nos colaboradores é muito importante, pois eles são tão essenciais quanto seus clientes. Afinal, a empresa só existe por conta dos consumidores, fornecedores, concorrentes e, acima de tudo, funcionários que, como o próprio nome diz, fazem o negócio funcionar bem.

A integração da equipe, como vimos acima, não só é feita no ambiente de trabalho, mas, principalmente, nos momentos de entretenimento e descontração. Cabe à empresa propiciar essas experiências, para que o time se fortaleça e continue a produzir.

Muitas instituições grandes, como a Mauricio de Sousa Produções, chegam até mesmo a fazer com que seus roteiristas escrevam quadrinhos morando em sua cidade natal, para estimular a criatividade com as referências que eles estão acostumados (mas o leitor não).

Ninguém pode negar que trabalhar em casa, sem preocupações com o trânsito, é muito melhor para a imaginação, certo? Então não perca mais tempo e coloque o endomarketing como parte da sua estratégia de marketing agora mesmo!

Com o auxílio dessa ferramenta, você verá não só resultados positivos quanto aos lucros, mas também uma maior motivação e mais produtividade no restante da equipe!

E aí, gostou das dicas? Já sabia o que é o endomarketing e como aplicá-lo na sua estratégia? Conhece mais pessoas que deveriam saber disso? Então não deixe de compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais!

 

 

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply