fbpx

Reflexos da Promoção com Brindes no Comportamento do Público Alvo

Marketing Promocional
(Last Updated On: 17 de novembro de 2014)

Você que atua em marketing provavelmente já ouviu esta indagação em algum momento de sua vida: “A promoção realmente incrementa as vendas de um produto?” ou “A promoção gera desgastes à marca?” ou ainda “A promoção interfere na recompra do produto?”. São questões recorrentes, mas pouco se tem feito no Brasil para verificar a efetividade das mesmas através de pesquisas ou estudos dirigidos.

Uma agradável exceção é o trabalho acadêmico publicado por Fernando O. Santini da FSG (Faculdade da Serra Gaúcha) em conjunto com Lelis Balestrin Espartel da PUC do Rio Grande do Sul há uns 4 anos, que avalia essas premissas.

O trabalho testa várias hipóteses verificando se as promoções com prêmios e brindes influenciam a compra por impulso e se prejudicam a recompra. Este estudo demonstra existir uma correlação positiva no estímulo à compra por impulso e à aplicação de promoção com prêmio ou brindes.  Ambos têm influência favorável  tanto na intenção de compra como nos casos de recompra. Verifica-se ainda que as ações promocionais sucessivas não afetam negativamente a marca, pelo contrário, geram maior propensão a compras de seus produtos no futuro imediato.

Brindes

Melhores Mochilas para Brindes

Evidentemente houve uma atratividade um pouco maior para os prêmios de alto valor como casas e autos na compra por impulso do que os brindes, mas observou-se que no caso de recompra ambos apresentam desempenho equivalente.

Outras referências são os estudos realizados pela Forma Promocional junto aos usuários do guia Free Shop. Neles, observa-se que 76% das empresas pesquisadas compram e utilizam brindes em suas estratégias de marketing. Sua aplicação mais frequente é na área de eventos corporativos, incluindo aí feiras, seminários, convenções de vendas, congressos, lançamento de produtos, eventos comemorativos, etc.

As empresas já perceberam ao longo dos anos que os brindes ampliam o residual de seus eventos mantendo a marca em evidência por muito mais tempo. Ainda em nosso estudo anual, outra área que vem merecendo cada vez mais atenção é o Endomarketing, em especial o incentivo a funcionários. Em geral nos períodos de restrição econômica as empresas ampliam seu foco nos funcionários que precisam se dedicar muito mais para alcançar os mesmos objetivos.

No que tange ao mercado internacional vale ressaltar que houve acelerada recuperação do setor promocional em especial no mercado americano que já alcançou os mesmos patamares de vendas que antecederam a crise financeira. Lá o setor de brindes vendeu cerca de U$ 19,0 bilhões em 2013 e continua em expansão.

Se você quiser conhecer um pouco mais do mercado brasileiro de brindes e ter mais de 25.000 opções de produtos para suas ações, não deixe de consultar o maior portal de brindes do país: www.freeshop.com.br.

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply