Conheça 5 erros ao organizar seu ponto de venda e como evitá-los

PDV

Planejar bem o ponto de venda é essencial para que você consiga aumentar os lucros de seu estabelecimento comercial. É por esse motivo que a adoção de boas práticas para a organização de vitrines e prateleiras e a disposição correta dos produtos na loja precisam ser ações constantes na sua empresa.

É comum, no entanto, que muitos empreendimentos cometam graves falhas na hora de setorizar as mercadorias, o que pode ser fatal para a lucratividade. Será que seu negócio não passa por esses problemas?

Para resolver todas as dúvidas sobre o assunto, sugerimos que você continue a leitura e saiba quais são os 5 principais erros no ponto de venda e como evitá-los!

1. Dispor os produtos aleatoriamente

Pode não parecer, mas essa falha é bastante comum em diversos estabelecimentos comerciais. Se você comete tal erro, portanto, precisa rever a forma como dispõe os seus produtos, pois é preciso que haja uma categorização para que os consumidores os encontrem com mais facilidade.

A maneira correta de dispor as mercadorias em um estabelecimento comercial é criando seções exclusivas para cada tipo. Além disso, no caso de itens que tenham data de validade, é preciso colocar mais à vista aqueles que possuem menor prazo, de modo que eles sejam vendidos antes de vencerem na loja e não possam, portanto, ser comercializados.

2. Colocar produtos de alto giro em prateleiras altas

Outro erro grave cometido por alguns lojistas é a colocação de produtos que vendem muito e possuem alto giro em prateleiras altas, onde eles ficam pouco visíveis, dificultando o acesso dos compradores.

O ideal é que os itens que saem bastante sejam colocados em prateleiras mais baixas, enquanto os que saem menos sejam posicionados em pontos mais altos.

3. Dispor itens infantis fora do alcance das crianças

Outro tiro no pé que pode ser cometido pelos varejistas está em dispor brinquedos, acessórios e outros produtos para crianças em uma altura ou local em que os pequenos não tenham um bom campo de visão.

Uma boa estratégia, no que se refere ao atendimento ao público infantil, é deixar uma unidade à mostra, pois, assim, as crianças podem visualizar melhor o produto e, a partir da experiência, pedir a seus pais que realizem a compra.

4. Desvalorizar as datas comemorativas

Quando falamos em vitrinismo e organização de pontos de venda, as datas comemorativas sempre vêm à cabeça das pessoas. Mesmo assim, muitos lojistas ainda não atentam para essa poderosa técnica de vendas.

Em épocas especiais do ano, como o Natal, a Páscoa, o Dia dos Namorados e o Dia das Mães, por exemplo, planejar cenários personalizados é muito importante para chamar a atenção do público.

5. Não utilizar a psicologia das cores

A psicologia das cores é uma técnica que indica a previsão do nosso cérebro com relação a determinadas tonalidades e a tipos de necessidades específicas. Nesse sentido, por exemplo, o vermelho e o amarelo têm o poder de despertar a fome, enquanto o azul e o verde representam a calma e a tranquilidade.

Dentro desse contexto, você pode utilizar a metodologia das cores para delimitar paredes e placas de cada seção e, assim, acertar em cheio para direcionar os consumidores aos produtos oferecidos.

E você, comete algum desses erros no seu ponto de vendas? Tem alguma outra dica para combatê-los? Conte sua experiência nos comentários!

 

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply