fbpx

A importância da vitrine no Ponto de Vendas

(Last Updated On: 21 de novembro de 2018)

A vitrine de uma loja é o ponto alto do trabalho de marketing. Isso porque o investimento na identidade visual se mostra como uma forma de aprimorar o relacionamento com os clientes e mostrar o conceito da empresa. Por isso, as estratégias de propagandas devem ser visualmente atrativas e estimular os sentidos.

O grande segredo envolve compreender que o varejo está cada dia mais competitivo. Em função disso, destinar as verbas adequadas para tornar a fachada do ponto de vendas mais atraente deve fazer parte do planejamento de vendas em longo prazo.

Quer saber mais? Vamos mostrar a importância de se ter uma vitrine que se encaixe com as preferências do público. Acompanhe!

Interfere na decisão de compra

A maior parte das decisões de compra é feita no ponto de vendas (PDV). Quando o cliente vê, por exemplo, uma campanha publicitária atrativa pela televisão ou pela Internet, ele espera chegar à loja do anunciante e encontrar boa localização e atração visual. Caso esses fatores não estejam evidentes, provavelmente, a compra não será efetuada.

Outra situação comum mostra a importância de investir visualmente: o cliente em potencial sai de casa sem a intenção de comprar, mas, passando por uma loja que o chama a atenção, a temática da vitrine é tão bonita que ele acaba impelido a entrar para olhar o que aquele estabelecimento tem a oferecer — e, assim, acaba comprando.

Mesmo com o comércio virtual ganhando muitos adeptos, a maioria das pessoas ainda prefere ter uma experiência presencial completa no momento de escolher o que comprar. Diante dos estímulos sensoriais, a percepção do valor agregado à marca se acentua e é ali que o relacionamento com o público começa a partir de um plano de ação bem elaborado.

Agrega valor ao produto

É preciso que o empreendedor dedique atenção especial à vitrine da loja. Não adianta deixá-la sempre igual e nem fazer mudanças de qualquer forma ou sem um planejamento estratégico. A dica, aqui, é se lembrar que as ocasiões sazonais devem estar de acordo com a decoração do PDV, com a intenção de incentivar o consumo.

Datas promocionais, estações do ano, grandes feriados ou eventos relevantes devem ser levados em consideração na hora de escolher as peças e a decoração que vão compor a vitrine.

Saiba que quando um produto é exposto, ele normalmente vende mais do que outros da loja. Por isso, dê preferência para expor itens dos quais haja muito estoque. Assim, você evita que seu cliente entre com a expectativa de comprar e acabe frustrado por não ter seu tamanho, por exemplo.

Muda a perspectiva do interior da loja

A fachada da loja é a primeira impressão que o cliente tem do seu negócio, mas torna-se preciso lembrar de que ela faz o consumidor entrar em contato com o interior do estabelecimento. Sendo assim, de nada adianta atrair o cliente em potencial para um ambiente que não cumpra o que a vitrine promete.

O cuidado com a parte interna da loja começa na decoração, na disposição do layout, e se estende até o conforto do atendimento prestado ao seu comprador. Uma recepção dedicada aos estímulos sensoriais do seu cliente é um ponto essencial para criar um PDV agradável, que impulsione suas vendas.

Cada segmento tem uma distribuição mais adequada, e que vale ser estudada, a fim de criar um ambiente propício à atração dos clientes. Produtos eletrônicos, por exemplo, ficam bem expostos em balcões, acessíveis para testá-los e ter uma boa ideia do seu tamanho. Já as roupas ficam bem distribuídas em araras. Portanto, atente-se à distribuição dos produtos mais adequada ao seu nicho de mercado.

Ajuda na segurança

A segurança é uma questão que merece atenção. Um ponto de vendas mal localizado pode afastar seus clientes e ainda sujeitar seu estabelecimento a assaltos. Portanto, uma loja com uma boa vitrine a torna mais visível e inibe a ação de bandidos.

Aliás, para proteger a loja, é aconselhável apostar nos sistemas antifurto e nas câmeras de segurança, que combatem as ações de criminosos e criam um ambiente mais confortável para o seu consumidor. Uma dica interessante é anunciar na vitrine que a loja é monitorada, por exemplo, com algum adesivo que ajuda a identificar tal informação, claro, sem interferir no restante da decoração.

Melhores Mochilas para Brindes

Cria uma identidade visual

Todo mundo já assistiu ao comercial de uma marca famosa e soube do que se tratava antes mesmo do logotipo surgir. Algumas empresas são reconhecidas apenas por suas cores ou pelo design dos produtos. Isso acontece porque trazem uma identidade visual bem desenvolvida e impactante aos clientes.

Para conseguir esse feito, torna-se necessário apostar em algumas práticas na vitrine da loja. Veja as principais a seguir:

Calendário de datas

O segredo para se destacar da concorrência e conversar diretamente com o público-alvo é montar um calendário de datas eficiente. Como já citamos anteriormente, o varejo de modo geral cria bastante expectativa antes de comemorações, como Dia das Mães ou Dia das Crianças. Tendo isso em mente, você precisa se concentrar em estratégias diferenciadas para aumentar a competitividade.

A vitrine deve variar de acordo com cada campanha de marketing dentro de um alinhamento diferenciado. Pense na iluminação, disposição dos produtos e destaque para promoções especiais. Criar senso de urgência faz muita diferença na decisão do comprador e abre espaço para o engajamento com a empresa.

Cenários temáticos

Ao organizar a vitrine para ocasiões especiais, o marketing deve levar em conta a importância de reforçar a comunicação visual e as cores da empresa. De nada adianta ter todo um aparato decorativo se não existir nenhuma referência ao conceito da loja.

Por mais que o cliente se interesse pelas ofertas, dificilmente ele associará essa compra à proposta da marca. Ou seja, no momento em que a formação de uma vitrine for definida, crie um cenário diferenciado com base em banners, adesivos e elementos de fácil identificação.

Checklist decorativo

Durante o trabalho, as mudanças na vitrine são constantes para atender a diferentes estratégias. Dessa forma, monitorar cuidadosamente essas alterações é questão fundamental para mensurar o retorno do público diante de cada aposta.

Com um checklist em mãos, sempre que a vitrine precisar ser renovada ou repetir um projeto de sucesso, fica mais fácil otimizar todo o processo de montagem. As compras de novos itens decorativos também se tornam mais conscientes e ajudam a reduzir os gastos desnecessários no orçamento da empresa.

Painéis digitais

O time de marketing deve ficar sempre atento às melhores maneiras de trazer inovações para a disposição da vitrine. Com foco nessa tendência de mercado, o painéis digitais se mostram como uma excelente tática para chamar a atenção do público.

Atualmente, o mercado especializado oferece uma série de variações no estilo dos itens que surpreendem quando posicionados no campo de visão dos consumidores. Consulte também a possibilidade de trazer variações de mídias, como vídeos, animações ou, até mesmo, GIFs.

Tendências de mercado

Ficar por dentro do que seu público-alvo deseja é indispensável para alcançar o sucesso nas vendas. Sem compreender as necessidades e as dores dos clientes, aumentar a competitividade é, com certeza, uma tarefa mais difícil. Por este motivo, aposte em lançamentos que são tendências na vitrine.

Caso seja possível criar descontos relacionados aos itens expostos, as chances de fidelizar o comprador são extremamente altas. Antecipe-se em relação às novidades do segmento e saiba colocá-las dentro do contexto adequado para mostrar as vantagens desse tipo de oferta.

Pronto! Agora você já sabe como a disposição da vitrine faz diferença no ponto de vendas. O mais importante é ter em mente que um plano de ação bem elaborado é fundamental no retorno de lucros da loja e melhora o posicionamento de mercado.

Gostou das informações deste artigo? Teve alguma ideia diferenciada para sua vitrine? Então baixe o e-book com dicas práticas para fortalecer sua marca.

 

Leave a Reply