fbpx

Conheça a febre das cervejas artesanais

Brindes, Marketing Promocional
(Last Updated On: 20 de fevereiro de 2018)

Você provavelmente já deve ter visto diversos rótulos de cervejas artesanais nas prateleiras dos supermercados, certo? Afinal, a tendência caiu no gosto do público brasileiro e cresce a cada dia mais como uma grande possibilidade de negócio. Com as previsões positivas para o futuro, é muito importante ficar por dentro do segmento e saber avaliar o produto.

O grande segredo está em entender que a bebida representa muito mais do que uma simples degustação. A qualidade diferenciada proporciona uma verdadeira experiência de aromas e sabores. Outro ponto alto é a imensa cartela de harmonizações culinárias que agrega valor ao rótulo quando são escolhidas de forma correta.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste post vamos te contar os segredos por trás do sucesso das produções artesanais no mercado brasileiro. Então acompanhe e fique por dentro!

Processo de produção diferenciado das cervejas artesanais

Uma das principais qualidades das cervejas artesanais é o processo de produção extremamente cuidadoso. Cada etapa passa por uma série de avaliações dos profissionais especializados antes de entregar o resultado final aos consumidores e os períodos de maturação e fermentação, por exemplo, costumam acontecer de forma natural.

Existe também um padrão de qualidade que deve respeitado pelas marcas, pois o verdadeiro foco está em agradar o público cervejeiro. Por isso, os ingredientes são selecionados para garantir um sabor marcante e surpreendente. Diferente do produto industrial, as substâncias de preparo dos rótulos artesanais precisam ser nobres e, muitas vezes, importadas de outros países.

Os principais componentes costumam ser água, malte, lúpulo e levedura. Sendo assim, nenhum modelo pode conter açúcar de fontes extras na composição. As variações de estilos são desenvolvidas a partir dos graus de tosta, da levedura e do lúpulo.

Variedade de aromas e sabores

Para quem é apaixonado pelo universo das bebidas artesanais, o principal destaque está na grande variedade de estilos, aromas e sabores dos rótulos. O preparo feito pelo mestre cervejeiro possibilita uma série de novas combinações para surpreender o mercado segmentado.

Entre as características preferidas do público estão as cervejas com notas excêntricas, como café e frutas. Dessa forma, é possível diferenciar os ingredientes de cada bebida na hora da degustação.

Outro ponto alto é a infinita cartela de harmonizações com pratos selecionados de acordo com o estilo de cada produto. O processo deve ir muito além de uma simples refeição e, por isso, é necessário garantir uma experiência diferenciada com estímulos a todos os sentidos.

Conheça os principais estilos de cervejas artesanais:

  • Bock;
  • Porter;
  • Stout;
  • Pilsner;
  • Weiss Bier;
  • Brown Ale;
  • Pale Ale;
  • Indian Pale Ale.

Design refinado dos rótulos

Uma das características que mais empolgam os colecionadores de cervejas é a beleza dos rótulos. Os produtos artesanais precisam contar sua história ao consumidor para ser um item diferenciado entre tantas opções no mercado. Cada mínimo detalhe é valorizado para identificar o verdadeiro conceito da marca e fidelizar os clientes em longo prazo.

Melhores Mochilas para Brindes

A essência da bebida precisa ser transmitida logo no primeiro contato com o cervejeiro. Entre as marcas brasileiras, o tema festivo é recorrente para encantar o público. Além da criação de uma identidade visual, a beleza e a funcionalidade do produto agregam valor à experiência final dos compradores.

Conceito inovador

A cerveja artesanal se destaca cada vez mais entre os empreendedores brasileiros. A febre dos rótulos diferenciados está associada a diferentes questões, como a curiosidade dos amantes da bebida por combinações inusitadas, hobby e até mesmo a oportunidade de um novo negócio.

O prazer da experiência de degustação se tornou uma das principais tendências do momento com o aumento constante de novas microcervejarias nacionais. A liberdade de escolha também chama a atenção e cada novo produto se transforma em uma grande possibilidade de descobertas ao paladar.

O sabor elevado faz com que os cervejeiros bebam menos, já que os goles podem ser apreciados de uma forma especial. A brincadeira está em encontrar os melhores ingredientes para harmonizações gastronômicas e, ao descobrir novas opções de estilos, dificilmente o consumidor voltará a comprar os rótulos tradicionais.

Origem da tendência

Extremamente tradicional nos Estados Unidos, a bebida vive um grande momento no mercado mundial. A produção artesanal cresce cada vez mais, inclusive entre os amantes de cerveja que escolhem investir em uma produção caseira. A ideia é buscar por novos sabores que se encaixem com as preferências e o estilo de vida de cada pessoa.

O grande segredo está, especialmente, na possibilidade de personalização. Em outros países, as marcas mais conceituadas reúnem fãs de diversas idades e vendem uma série de artigos temáticos como bolsas, camisetas, bonés e capas de celulares.

Dessa forma, os cervejeiros brasileiros passaram a ter referências sobre o assunto para conhecer melhor o conceito das combinações. Até mesmo as redes de supermercados populares aderiram ao sucesso do estilo e disponibilizaram opções de rótulos para os consumidores. Outro destaque é o crescimento de cursos relacionados a profissão de mestre cervejeiro em renomadas escolas da área.

Fabricação no Brasil

As regiões colonizadas por imigrantes alemães são muito conhecidas como produtoras de cervejas. Dentro do cenário artesanal, começaram a organizar uma verdadeira revolução do segmento em meados da década de 1990. Em estados como Santa Catarina e Rio Grande do Sul, por exemplo, as microcervejarias fabricavam bebidas com ingredientes diferenciados que eram servidas como chopp para as localidades mais próximas.

Na região Sudeste, as produções também começaram a surgir no interior de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte com o intuito de servir apenas uma pequena fatia de consumidores. Durante o ano 2000, o produto passou a fazer parte do mercado tradicional com rótulos engarrafados e estratégias de marketing segmentadas.

Além de se tornar figura certeira nas prateleiras de bares e restaurantes, a bebida ainda ganha espaço em anúncios televisivos e eventos especializados com degustações para todos os tipos de gostos.

Pronto! Agora você já conhece a febre das cervejas artesanais que envolvem cada vez mais adeptos em todo o mundo. A tendência crescente no Brasil abre uma série de novas possibilidades em amplos segmentos de mercado e as vantagens do estilo vão muito além da grande cartela de produtos. O negócio pode ser extremamente lucrativo quando é abordado de uma forma inovadora aos consumidores.

Gostou das informações deste artigo? Então compartilhe o conteúdo com seus amigos cervejeiros nas redes sociais!

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply