fbpx

A importância do branding: como ter uma marca forte no mercado?

Marketing Promocional
(Last Updated On: 13 de fevereiro de 2017)

Você já parou para pensar o que a sua empresa e seus produtos representam para o público? De que forma os consumidores veem a sua marca? Qual a personalidade dela? A princípio, essas são perguntas bem subjetivas, mas que na prática fazem muita diferença nas decisões de compra. Aliás, isso só reforça a importância do branding, conceito que trabalha justamente na construção de percepções positivas para as marcas.

Fazer uma marca ser bem-vista é agregar valores que mexam com as opiniões, crenças e atitudes do público. O objetivo, ao tocar nessas reações, é oferecer argumentos, referências e boas percepções para os consumidores sobre uma determinada marca. Assim, ele terá motivos tão ou mais convincentes para decidir uma compra não mais em função de preço ou comodidade.

Então, está começando a enxergar a importância de ter uma marca forte? Continue conosco e conheça mais sobre o conceito de branding, sua importância e como montar a campanha certa para atrair e fidelizar mais clientes. 

O que é branding?

Branding é construir, gerenciar ou reposicionar uma marca visando implementar valores que sejam reconhecidos pelo público. Mais do que gestão de marcas, é a gestão das percepções dos consumidores. É um conceito amplo, que está inserido em todas as ações que possam interferir na imagem da empresa e de seus produtos e serviços.

O branding pode ser trabalhado tanto no design de um logo, na construção de valores, na elaboração de um slogan, no desenvolvimento de um produto e em qualquer estratégia de marketing e comunicação.

Vamos sair um pouco da teoria e usar um exemplo simples: o da Coca-Cola. A marca é líder mundial de vendas e participação de mercado no setor, mas em muitos lugares não é o refrigerante mais barato. Logo, o que faz a Coca-Cola ser tão especial e valiosa para os consumidores de modo que eles ignorem o preço?

Podemos garantir que o branding tem um papel muito importante nisso. Basta perguntar às pessoas os motivos para consumir a marca e entre as respostas você deverá encontrar: sabor, hábito, prazer, proporciona boas sensações, está presente em momentos felizes, enfim, características que reforçam laços emocionais. São todos valores que a Coca-Cola imprime em sua comunicação; características pensadas e trabalhadas para fazer com que o público tenha boas referências no momento da compra.

Só para reforçar a importância do vínculo sentimental que uma marca pode construir com o público, vale lembrar o famoso caso de erro de marketing (ou seria de branding?) da “New Coke”.

Qual a importância do branding?

O maior benefício é fazer com que os consumidores comprem seu produto ou serviço independentemente de preço, condições de pagamento, conveniência, qualidade da concorrência ou qualquer outro motivo mais racional. É mostrar o quanto sua marca poderia fazer falta caso deixasse de existir, ou seja, o quão ela é indispensável na vida das pessoas.

Para que isso ocorra, ainda no planejamento, devem-se alinhar os objetivos de negócio com as necessidades do público. Assim, você saberá exatamente quais valores devem ser propostos para que os consumidores os associem com a sua marca. A consequência desse processo, naturalmente, é um aumento nas vendas e faturamento, pois as pessoas passam a se identificar com o seu brand (marca, em inglês).

Por fim, quando uma compra deixa de ser embasada por fatores racionais e passa para o campo emocional, as chances de fidelização de um cliente são maiores. As pessoas começam a comprar por hábito, confiança e percepções positivas.

Veja abaixo nove razões que levam o branding a ser tão essencial para um negócio:

1. Melhora o reconhecimento da marca

Um dos principais componentes de sua marca é o logotipo. Pense em como reconhecemos instantaneamente os arcos dourados do McDonald’s ou a maçã mordida da Apple.

Por ser a face pública da empresa, o design do logotipo é fundamental – essa simples imagem estará presente em todos os momentos, em cada comunicação e publicidade. Design de logotipo profissional deve ser simples, memorável e poderoso o bastante para transmitir a impressão desejada por sua empresa.

Uma imagem de marca forte e consistente (que geralmente começa com um logotipo bem-feito) ajuda a estabilizar qualquer negócio. Branding facilita aos clientes lembrar, reconhecer e recomendar seus produtos, fazendo com que sua imagem seja lembrada facilmente e à primeira vista.

2. Cria confiança

Uma aparência profissional constrói credibilidade e confiança. Isso por que as pessoas ficam mais propensas a comprar de um negócio que aparente polidez e legitimidade. Não se esqueça de que reações emocionais causam grandes impactos e influenciam fortemente as decisões de compra.

Branding pode ajudar a transmitir a mensagem de que sua empresa é especialista em seu segmento e gerar a confiança de que as pessoas podem se sentir seguras ao confiar nela, nos produtos e/ou serviços que oferece e na maneira como lida com seu negócio.

3. Oferece suporte às ações publicitárias

A publicidade é outro componente da sua marca. Tanto o meio quanto a segmentação escolhida são elementos fundamentais para as ações de construção e fortalecimento da marca. Um foco publicitário demasiadamente estreito traz o risco de que sua empresa perca a capacidade de se expandir e atingir novos mercados.

Por outro lado, um foco muito amplo, pode fazer com que a mensagem fique dispersa e sua empresa não consiga criar uma impressão definitiva de si mesma na mente de clientes. O equilíbrio adequado para que se evitem ambos os extremos só é possível através do branding.

4. Gera valor financeiro

Uma empresa que negocie publicamente em uma Bolsa de Valores percebe uma valorização, por vezes, muito superior que os ativos reais. Grande parte dessa valorização se dá apenas pelo bom posicionamento de marca da empresa.

Uma marca forte garante futuros negócios. Por exemplo, se uma empresa está na posição de buscar crédito para expansão de atividades e sua marca é considerada altamente valiosa, quais as chances de conseguir sucesso? Obviamente, que muito altas!

Quanto maior a dedicação de sua empresa para construir valor em sua marca, melhor será o retorno financeiro de seus esforços.

Melhores Mochilas para Brindes

5. Inspira colaboradores

Muitos colaboradores necessitam mais do que apenas trabalho – desejam ter algo pelo qual se engajar. Quando seus funcionários compreendem sua missão e razão de ser, se tornam mais inclinados a se orgulharem e dirigir esforços concentrados na direção que você definir.

Fortalecer a marca através do branding é como transformar o logotipo da empresa em uma bandeira, pela qual todos os envolvidos estarão motivados a lutar.

6. Atinge novos clientes

Uma boa estratégia de branding permite que sua empresa se torne referência no mercado. Você conseguiria contar a um amigo sobre os sapatos novos que comprou se não pudesse se lembrar da marca? É justamente por isso que tal conceito recebe o nome de “marca” – seu objetivo é deixar uma impressão indelével na mente dos consumidores.

Por ser o recurso publicitário de maior rendimento, a divulgação “boca a boca” só é possível em situações nas quais sua empresa pôde oferecer uma experiência memorável aos clientes.

7. Possibilita vantagem competitiva

Independentemente do tamanho de sua empresa, ela precisa competir por recursos, financiamentos, talentos e ganhar a atenção do público. Para atingir novos patamares é necessário planejar e implementar estratégias – roteiros que descrevam ações e medidas específicas para alcançar seus objetivos e obter recursos indispensáveis.

O branding ajuda a refletir na marca seu plano estratégico e a promover iniciativas para que sua empresa alcance evolução e crescimento.

8. Garante uma posição estável

Produtos fracassam, empresas são compradas e vendidas, tecnologias mudam diariamente, mas as marcas permanecem firmes e estáveis em meio a todas essas transformações. Isso por que é o ativo mais sustentável de qualquer empresa e, quando o branding está alinhado com a estratégia geral do negócio, pode funcionar como o princípio central de organização para a tomada de decisões.

9. Estabelece promessas e expectativas

Vivemos em um mundo baseado em promessas e expectativas. O mecânico de aviões promete fazer um trabalho completo, verificando e aplicando manutenção constante nas aeronaves para ter certeza de que são seguras. Os restaurantes prometem oferecer refeições frescas em ambientes limpos. Os professores prometem ensinar e proteger nossos filhos durante os horários letivos.

Geralmente, existem imperativos legais que obrigam as pessoas a cumprir essas expectativas, mas, na maioria das vezes, as promessas são mantidas com base no código moral e ético do indivíduo. Assim como temos um contrato silencioso com pessoas com as quais vivemos e trabalhamos (que nos faz acreditar que elas farão o que dizem), da mesma forma temos acordos não ditos semelhantes com empresas, produtos e serviços.

O branding estabelece expectativas ao dirigir a mensagem a seus clientes em torno do que esperar de sua empresa e marca. A capacidade de cumprir suas promessas em todas as fases do relacionamento é o fator que define o sucesso ou o fracasso da maioria das empresas.

Quando as promessas são quebradas, a reputação da empresa é questionada e a marca perde posição. Ao contrário, quando as promessas são mantidas, os clientes respondem com nada menos que lealdade e respeito.

Como fazer uma campanha?

Estude o seu público-alvo

A primeira etapa é entender quais são os maiores problemas dos seus consumidores. É preciso haver identificação, empatia e alinhamento com os interesses das pessoas. Veja o caso da Bombril, que por muito tempo comunicou sua utilidade, mas hoje se volta para as mulheres e sua evolução – nesse caso, há muita identificação, principalmente porque o público-alvo da marca é o feminino, a mulher moderna que também cuida da casa. Portanto, não adianta criar um determinado posicionamento para a marca se o público não comprar a ideia.

Crie um diferencial

Se duas marcas forem lembradas pelas mesmas características e tiverem percepções parecidas dos consumidores, então o que influenciará nas vendas serão os fatores racionais. Logo, durante o planejamento, devem ser definidos os valores únicos que sua empresa deseja repassar ao mercado, os motivos pelos quais farão os consumidores comprarem de você e não as outras opções. Isso deve ser refletido nas ações, produtos, serviços e sistemas que terão contato direto com o público. Afinal, as pessoas só agregarão valor na interação ou na compra se elas assimilarem o que está sendo proposto.

Analise a concorrência

Essa é uma prática que no branding possui muita relevância, especialmente para evitar comparações e confusões na mente do consumidor. O ideal é estudar os valores usados pelos concorrentes e a forma como eles se comunicam com o público. Se você quer construir uma marca valorizada, ela precisa ser única e dissociada de qualquer outra empresa.

Construa uma unidade

Branding é um conceito que está muito ligado a concepção de uma identidade para a marca, ou seja, dar uma cara a ela. Logo, busque criar uma imagem que esteja presente em todos os pontos de interação da empresa com o consumidor. Sua marca precisa ter a mesma cara desde a fachada da sede, passando pelo cartãozinho de apresentação, o site institucional, o logotipo, até as gôndolas e displays nos pontos de venda.

Integre ações no ponto de venda

Os PDVs ainda são os locais onde a maioria das decisões de compra são tomadas. São ambientes onde o branding tem um papel fundamental: reforçar a identidade da marca na mente do consumidor. Essa relevância se dá por ser um canal onde o público tem contato tangível com os produtos. Assim também acontece em eventos, visto que as marcas compartilham diretamente o mesmo espaço que as pessoas.

Além da exposição e comercialização das próprias ofertas, uma dica para atrair os consumidores é usar brindes para complementar uma compra ou para incentivar experimentações.

Prometa e entregue valor

Não adianta desenvolver um posicionamento que diferencie sua marca das demais se isso não for destacado para o público. Comunicação e ações de marketing são as chaves para você começar a implementar essas ideias nos consumidores. Tem que despertar o interesse, a curiosidade e a identificação.

Por outro lado, você precisa desenvolver e entregar um produto/serviço condizente com os valores propostos. O cliente só fechará uma percepção sobre a marca após fazer uso da oferta. Logo, se você se posiciona como uma marca que entrega produtos duradouros, eles precisarão durar; se promete economia, os clientes deverão diminuir seus gastos, e assim por diante.

É possível comprovar que uma campanha de branding deu certo pela constante aquisição de novos consumidores e pela taxa de recompra (sinal de alto nível de satisfação). Construir uma marca forte e encantadora ajuda a atrair e fidelizar clientes, intensifica o relacionamento com colaboradores e distribuidores, aumenta a reputação da empresa e o seu valor de mercado.

Compreendeu a essência e a importância do branding? Aproveite para curtir nossa página no Facebook, assim você ficará por dentro das novidades e conteúdo da FreeShop!

 

 

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply