fbpx

Marketing: Profissão Perigo

Marketing Promocional
(Last Updated On: 11 de novembro de 2016)

 

Você já ouviu falar em MacGyver certo? Ele foi o herói de uma série de TV nos anos 80, chamada Profissão Perigo, e se tornou famoso por escapar de situações difíceis utilizando apenas materiais de uso cotidiano. Resolvi colocar aqui 3 testes pra ver se assim como ele, você consegue ser mestre nas gambiarras e encontrar soluções fantásticas e inesperadas para situações de emergência. O que isso tem a ver com marketing? Tente encontrar uma solução para a terceira pergunta.

  1. Você tem que estancar um vazamento de ácido sulfúrico e, para a missão aparentemente impossível, dispõe apenas de uma barra de chocolate e uma lupa. Como você vai sair dessa?
  2. Você voltou no tempo e precisa construir uma máquina que te leve de volta à atualidade, mas você só tem uma guitarra quebrada, uma calculadora e um prego. O que você faria?
  3. Você trabalha no departamento de marketing de uma empresa e precisa realizar uma mega campanha para diversos perfis de públicos, mas você só tem em seu budget dez reais mais o dinheiro do “buzão”. Como sair dessa agora?

A característica de achar soluções inusitadas para diversas situações desfavoráveis não é apenas privilégio de personagens de TV. No marketing a gente se vê o tempo todo às voltas com contratempos que nos pegam de surpresa. E este é um dos pontos mais difíceis de se trabalhar na área, pois qualquer pessoa de fora se espantaria com os malabarismos que são feitos para superar esses obstáculos. E normalmente a equipe toda tem que se valer de muito improviso e disposição.

As respostas das duas primeiras questões você encontra assistindo a série. Mas quem escolheu a alternativa p para a terceira acertou. Por que p? P de parceria.

Melhores Mochilas para Brindes

Parceria nada mais é que uma troca de objetivos comuns. Eu quero me divulgar para seu público e você quer se divulgar para o meu. Mas para que tudo funcione, é necessário que o parceiro se identifique com o seu negócio e que a parceria agregue resultados para cada um. Não adianta divulgar uma balada em um site voltado para o público da terceira idade. Você não vai ter resultados divulgando um evento de caça esportiva no site do Green Peace.

Em uma parceria é preciso fazer escolhas certas, e ser totalmente transparente, todas as partes precisam ganhar. Por isso, não é um processo tão simples, exige pesquisa, tempo, postura e atitude. Você precisa saber o quer e o que pode oferecer. E se tudo for feito em conjunto, com objetivos pré-determinados, todos ganham.

Infelizmente nem tudo é possível fazer só com parcerias e muitas vezes é necessário adequar as ideias ao budget. Mas é uma ótima oportunidade para usar a criatividade e buscar novas alternativas.

E cadê os dez reais e o dinheiro do “buzão”? Que tal um cafezinho para definir as estratégias com o novo parceiro?


Posts anterior
Próximo Post

2 Comentário

  • Reply
    Eduardo Nogueira
    23 de novembro de 2011 at 11:03

    Ótimo assunto, volta e meia a liderança se depara com o famoso “corte de gastos” e aí quem é que sofre? Não, não é quem executa, é o executado, ou seja, a qualidade do trabalho final. Afinal de contas, quem que vai se demitir por causa de uma diminuição de um orçamento? Quem vai deixar de trabalhar por isso? Ninguém né! Concordo plenamente com o texto. Quem perde, é a empresa. Se o evento/motivo não for tão importante assim, então é melhor nem realizá-lo!
    Seria mais inteligente premiar o gestor que conseguir diminuir o gasto sem afetar a qualidade… aí faz sentido, pois ele vai considerar qualidade e valores quando contratar os fornecedores.

  • Reply
    Ligia Leonor de Oliveira
    23 de novembro de 2011 at 11:03

    Nós, da Madia Marketing School, somos parceiros há anos da Free Shop. Esta relação se baseia em total transparência e em ganha-ganha para ambas as partes. Esta parceria não envolve qualquer ônus para nós e temos acompanhado os resultados positivos disso, diariamente.

  • Leave a Reply