fbpx

6 ferramentas de marketing: conheça e saiba como montar um plano de ação

Marketing Promocional
(Last Updated On: 14 de setembro de 2017)

Todo empreendedor deve buscar maneiras de melhorar o seu negócio e aumentar as vendas. Para isso eles devem estar atentos às tendências e novidades. Com o crescimento dos e-commerces e da concorrência, as ferramentas de marketing se tornaram primordiais para as empresas. Entender e saber aplicá-las é o primeiro passo para o crescimento da receita.

No post de hoje vamos mostrar quais são as principais ferramentas utilizadas e como você deve aplicá-las no seu negócio. Confira!

Qual é a importância das ferramentas de marketing?

Como dissemos na introdução deste artigo, todo empreendedor que se preze deve buscar novas técnicas e acompanhar as tendências do mercado. Porém, é muito importante salientar que as ferramentas de marketing não devem ser vistas de forma isolada. Não é somente uma delas que fará com que sua empresa passe por uma revolução.

Os resultados de marketing são vistos quando um plano de ação bem estruturado e planejado é posto em prática. Neste planejamento estão várias estratégias, cada uma com finalidades e características distintas.

O conjunto dessas táticas pode aumentar o conhecimento da marca, gerar autoridade, conquistar uma posição de destaque no mercado e aumentar as vendas potencialmente.

Quais são as principais ferramentas?

Agora que você já viu a importância delas, vamos conferir quais são as ferramentas mais importantes e como você deve utilizá-las no seu negócio:

1. E-mail marketing

Esta é, definitivamente, uma das principais ferramentas de comunicação online. Ela está entre as mais antigas, mas é ainda bastante eficaz. Infelizmente muitos empreendedores acreditam que essa técnica é ultrapassada. Um enorme engano!

e-mail marketing tem um grande potencial pois pode manter a comunicação com a sua base de contatos, fornecendo uma boa nutrição e informando seus leads com conteúdos relevantes e precisos.

Infelizmente, essa ferramenta de marketing não é tão bem utilizada pelas equipes. Não se deve confundir e enviar conteúdos ricos em informação com spam. Enviar lixo eletrônico afasta seus contatos e prejudica sua estratégia.

Outra prática bastante condenada é enviar material para uma lista de contatos que não deu permissão para isso. Ninguém gosta de receber algo que não solicitou ou permitiu.

Mantenha uma boa lista de contatos, faça uma segmentação de acordo com o estágio no funil de vendas e envie os conteúdos certos no momento adequado.

2. Monitoramento das redes sociais

As redes sociais estão na lista pois permitem maior aproximação com o público, melhor entendimento de suas necessidades e um aproveitamento otimizado das oportunidades.

Para uma boa utilização, é necessário entender como cada rede funciona, suas características e limitações. O Facebook, por exemplo, é ótimo para postar dicas e atualidades da sua área de atuação, servindo também como um canal de comunicação com os consumidores e para analisar o mercado.

Já o Twitter representa uma rede de comunicação direta e em tempo real. O espaço para texto é reduzido, o que exige maior objetividade dos usuários.

Desta forma, entenda quais são as redes sociais que o seu público-alvo utiliza e esteja presente nas mais relevantes. Lembre-se que não basta criar uma página ou perfil e esperar que os objetivos sejam alcançados. Coloque-se à disposição, interaja com as pessoas e publique conteúdos de qualidade com frequência.

3. Benchmarking

A análise da concorrência é muito importante para qualquer negócio. Não estamos falando de copiar aquilo que o seu concorrente está fazendo. O benchmarking visa captar as melhores ideias e adequar ao seu negócio. Portanto, não foque somente no seu mercado, esteja atento a tudo que acontece no mundo.

Melhores Mochilas para Brindes

A comparação das suas soluções com o que os seus concorrentes estão ofertando possibilita encontrar potenciais de melhorias e desenvolver diferenciais.

4. Landing Page

Com a expansão da internet, as empresas encontraram no e-commerce um meio de atingir um grande público com investimentos menores. Por ser algo atrativo e rentável, consequentemente a concorrência também aumentou.

Sem a internet os consumidores ficavam limitados pela sua região geográfica. Com as lojas virtuais isso se transformou, e é possível comprar produtos em lojas de qualquer lugar do mundo.

Desta forma, para driblar a concorrência, as empresas precisam captar os potenciais clientes e manter uma fonte de nutrição constante. Para isso, surge uma ferramenta essencial; a landing page.

Este recurso consiste em uma página com o objetivo de colher dados relevantes do usuário, como nome e e-mail. Também conhecida como página de conversão, ela é um ambiente de troca de benefícios. A empresa fornece um conteúdo exclusivo, como um e-book, em troca dos dados daquele usuário.

A importância dessa ferramenta está na possibilidade de criar uma boa lista de leads, segmentando-a e fornecendo os materiais necessários para a conversão em clientes.

5. SEO

O SEO — Search Engine Optimization — consiste no conjunto de técnicas de otimização das páginas para a busca orgânica. Em outras palavras, diz respeito à melhoraria na forma como o seu site será encontrado pelos mecanismos de busca.

O objetivo desse trabalho é colocar os seus domínios entre as primeiras posições da busca orgânica, a não paga. Isso porque essas posições atraem a maioria dos cliques. E, claro, com um maior número de visitantes, maior a possibilidade de vendas.

Na plataforma que o seu site está hospedado, você deve encontrar alguns plug-ins para avaliar o seu trabalho de SEO. Com essas extensões é possível identificar o que está bom e o que pode melhorar.

6. Ferramentas de análise

Por fim, a sexta posição para a nossa lista de ferramentas de marketing é ocupada pelo sistema de análise dos dados. Independentemente da estratégia tomada é muito importante monitorar o desempenho para avaliar o que está conforme esperado e o que deve ser alterado.

O monitoramento possibilita empregar melhor os seus recursos e buscar maiores retornos de investimentos. Uma boa opção para encontrar essas informações é o Google Analytics. É uma ferramenta completa, com diversos dados necessários.

Como montar um bom plano de ação?

Como vimos em nosso artigo, as ferramentas de marketing podem gerar ótimos resultados no seu negócio, desde que sejam utilizadas de forma inteligente e integrada. Uma técnica sozinha pode não ser capaz de gerar os resultados esperados.

Se você deseja usar as redes sociais, publique os materiais criados em seu planejamento de conteúdo. Eles também podem ser enviados por e-mail marketing. Para ter uma boa lista de contatos, crie uma landing page interessante, que atraia a atenção do usuário. Esses são só exemplos de como as estratégias podem ser integradas.

Tenha atenção com cada ponto que levantamos e você verá os números do seu negócio serem potencialmente melhorados.

E então, o que achou do nosso artigo sobre as principais ferramentas de marketing? Conhece outras além das que listamos? Deixe seu comentário no post, queremos saber sua opinião.

 

Posts anterior
Próximo Post

No Comments

Leave a Reply